A gravidez é um dos momentos mais especiais na vida de uma mulher e, com certeza, um dos que exigem mais cuidado. Para ter mais segurança durante este momento, muitas mulheres decidem contratar um plano de saúde antes mesmo de engravidar, visto que a carência para o procedimento é de 300 dias.

Contudo, ainda existe uma série de dúvidas sobre qual deve ser o tipo de contratação para a mulher que quer engravidar. Por isso, nós, da Zelas Saúde, esclarecemos todas as suas dúvidas sobre plano de saúde com obstetrícia e te ajudamos a fazer uma contratação muito mais assertiva e alinhada com o que você quer.

Qual é a cobertura de um plano de saúde com obstetrícia?

Se, no momento da contratação, você optou por um plano ambulatorial hospitalar com obstetrícia saiba que, além das consultas, exames e procedimentos hospitalares, você também estará assegurada para os procedimentos relacionados ao parto. Esta opção cobre internação e assistência ao recém-nascido ou filho adotivo durante um período de 30 dias.

Os planos que cobrem procedimentos obstétricos te dão assistência em casos de partos prematuros ou o parto a termo, aquele realizado entre 39 semanas e 40 semanas e 6 dias. Se você possui um plano de saúde com obstetrícia, pode estar acompanhada no momento da chegada pelos profissionais da sua confiança e na maternidade de sua preferência.

Quem deve contratar um plano de saúde com obstetrícia?

Não há necessidade de contratação de um plano de saúde com obstetrícia para homens ou para idosas, visto que você estará pagando por um serviço que não irá utilizar. Devem priorizar esse tipo de contratação as mulheres que têm intenção de engravidar e estão em uma idade mais fértil.

Mulheres que já estão grávidas e não possuem planos de saúde também terão vantagens muito interessantes se decidirem contratar um plano. Apesar de não terem a cobertura do parto, poderão fazer todos os exames do pré-natal e estarão seguras no caso de partos prematuros ou emergenciais por se encaixarem na categoria de urgência e emergência, liberada após 24 horas.

Qual é o melhor momento para contratar um plano de saúde com obstetrícia?

Se você é mulher e quer estar assegurada durante o seu parto, o melhor momento para optar por um plano de saúde com obstetrícia é já no ato da contratação. É possível sim incluir este serviço posteriormente, porém será necessário cumprir a carência de 300 dias para parto, mesmo que você já tenha o seu plano há mais tempo que isso.

Sendo assim, o mais seguro para você que é mulher e pretende ter filhos, mesmo que a longo prazo, é solicitar o serviço de obstetrícia no ato da contratação. Desta forma, no momento em que você engravidar, vai ter à sua disposição, além dos exames e internação, todos os serviços relacionados a obstetrícia.

A melhor maneira de escolher o plano ideal é ficar atento a todos os serviços que estão inclusos na hora da compra. Contrate a opção de obstetrícia com antecedência e garanta mais segurança para você e o seu bebê.

Meu filho pode utilizar esse tipo de plano?

Se você está assegurado com um plano de saúde com obstetrícia, seu filho terá acesso a todos os serviços contidos no seu convênio médico nos quais já foram cumpridas a carência por um período de 30 dias. Se o seu filho necessitar de cuidados neonatais mais complexos logo após o parto, você não terá nenhuma preocupação financeira, apenas com o bem-estar da criança.

Caso você tenha adotado, o seu filho ou filha também irá ter acesso ao seu plano por um período de 30 dias. Após 1 mês, se você ainda quiser que a criança continue a utilizar o plano, você deve incluí-la como dependente, pagando um valor adicional por isso.

Vale a pena ter um plano com cobertura para obstetrícia?

Os planos de saúde com a inclusão da obstetrícia ficarão mais caros, visto que você está acrescentando um serviço a mais, mas mesmo assim a opção ainda é mais econômica quando comparamos fazer um parto na rede particular. O preço de um parto particular varia bastante, visto que depende de fatores como qual hospital será realizado e honorários da equipe médica, mas estima-se que seja cerca de 10 mil reais.

A outra opção é o SUS que, apesar de gratuito, reduz as suas opções de escolha em relação aos procedimentos, equipe médica e o hospital. Com um plano de saúde, você não precisa pagar um preço absurdo de uma vez, mas pode escolher o local e as pessoas que vão te dar amparo neste momento tão especial.

Além disso, caso você queira realizar o seu parto com um médico fora da sua rede credenciada você pode, se estiver incluso no seu plano, solicitar o reembolso posteriormente, lembrando que não será o valor integral.

Quer saber mais sobre o assunto? Na série Corretor Explica, passamos por todos os tipos de cobertura que um plano de saúde pode ter. Confira:

Pronto para encontrar o seu plano ideal?

Agora que você já sabe tudo sobre planos de saúde, te ajudamos a encontrar a opção certa para você

Encontre meu plano ideal