Ao contrário do que se imagina, grande parte dos planos de saúde só aceitam contratações para grupos empresariais, sejam estas pequenas, médias ou grandes empresas. Isso quer dizer que, para contratar, você precisa possuir um algum tipo de CNPJ e ter um número mínimo de beneficiários para incluir no plano.

Se você deseja um convênio médico com maior abrangência e variedade de locais de atendimento, mas não possui um CNPJ, a contratação de um plano de saúde por adesão pode ser uma saída. Por isso, nós, da Zelas Saúde, vamos tirar todas as suas dúvidas e ajudar a decidir se esta é a melhor opção para você. Confira!

Como funciona o plano de saúde coletivo por adesão

Os planos coletivos são pensados para atender um grupo de pessoas com algum vínculo em comum. A adesão nada mais é do que uma modalidade para grupos ofertada para pessoas em categorias profissionais afins, desde que estejam vinculadas a uma instituição representativa como, por exemplo, os sindicatos.

Uma administradora será a responsável pela contratação, colocando todos os clientes com características comuns em uma mesma carteira. Cabe a esta empresa gerir este plano e representar o beneficiário junto às operadoras.

Como contratar um plano de saúde de saúde por adesão?

Quem contrata um plano por adesão tem acesso às mesmas operadoras daqueles que contratam planos do tipo PME (Pequena e Média Empresa) ou Empresarial. Nesse caso, a diferença é que a contratação não é feita diretamente com a operadora ou seguradora de planos.

Essa administradora será a responsável por todos os trâmites junto às operadoras, bem como negociações de reajustes ou problemas nos serviços. Para estar apto para contratar, você deve estar vinculado a alguma entidade, sindicato ou órgão de classe, sem isso a contratação não será possível.

Carência do plano de saúde por adesão

Todos os planos possuem uma carência padrão que impede a realização de determinados procedimentos por um período de tempo. Contudo, planos coletivos possuem carências reduzidas, sendo que alguns serviços podem ser utilizados imediatamente após a contratação.

Sendo assim, os planos por adesão apresentam uma vantagem se comparados aos planos de contratação individual. Ao contratar, você terá acesso imediato a exames, consultas e internações, porém verifique se há redução para parto e condições preexistentes, já que é muito comum que essas carências não sejam abatidas.

Reajuste de plano de saúde por adesão

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) estabelece que as operadoras possam aplicar reajustes anuais para seus beneficiários. Para planos com contratação direta com a operadora, os reajustes são aplicados por mudança de faixa etária e no aniversário do contrato, como regulamentado pela ANS.

Nos casos dos planos coletivos por adesão, o reajuste aplicado é negociado entre a operadora e a empresa administradora, sendo que o mês de aplicação é uma escolha da organização contratante. Geralmente, a porcentagem do reajuste é divulgada em maio, sendo efetuado em julho pelas administradoras, independente da data de contratação.

Preços de um plano coletivo por adesão

Planos coletivos contratados diretamente com as operadoras são cerca de 30% mais baratos, se comparados a modalidade individual. Apesar das muitas semelhanças com as contratações PME, o valor cobrado por uma contratação do tipo adesão tende a ser bem diferente.

Em uma contratação comum, você irá pagar apenas um valor mensal para a operadora. Já no coletivo por adesão, inclui-se na mensalidade o valor do plano, além de uma taxa para a administradora e para o sindicato ao qual está vinculado, algo que pode elevar consideravelmente os valores.

Vantagens dos planos coletivos por adesão

Quanto aos serviços ofertados, não existem grandes diferenças entre os planos do tipo adesão e o PME, visto que as administradoras trabalham com a maioria das operadoras conhecidas. O que distingue é a forma de contratação, já que para negociar diretamente com as grandes empresas do país, é preciso ter um CNPJ.

Os planos por adesão possibilitam, caso você faça parte de uma categoria profissional representada por sindicatos, a contratação destes planos médicos sem a necessidade da criação de um CNPJ.

Outra vantagem é a liberação imediata dos serviços por ser um plano coletivo, algo que não é possível em modalidades individuais ou até mesmo PME com menos de 30 vidas.

Desvantagens dos planos coletivos por adesão

Apesar dos pontos positivos, os planos coletivos por adesão também apresentam algumas desvantagens. Uma delas é a questão do valor cobrado que, devido às taxas extras direcionadas para a administradora e o sindicato, tendem a ser mais altos.

Outra questão são os reajustes. Enquanto nas contratações PME ou Empresarial o reajuste é aplicado no aniversário do plano, as administradoras o aplicam logo após a divulgação das operadoras, que ocorrem em maio. O problema é que mesmo que você tenha adquirido o seu plano por adesão em março, em julho já cobrado um novo valor.

Ainda assim, observe todas as especificidades deste tipo de contratação, se ela atende às suas necessidades e ao seu estilo de vida. Informação é a melhor ferramenta para poder fazer uma escolha de plano acertada.

Quais os tipos de plano de saúde?

Pronto para encontrar o seu plano ideal?

Agora que você já sabe tudo sobre planos de adesão, te ajudamos a encontrar a opção certa para você

Encontre meu plano ideal