Saúde & bem-estar
Atualizado: 
Publicado: 
Leitura 
de 3 min
Dra. Carla Valeri

Dra. Carla Valeri

Pneumologista - CRM 93841 SP

Tudo o que você precisa saber sobre pneumonia

Mulher sentada no sofá assoando o nariz

A pneumonia é causada por agente infeccioso, como bactérias, vírus ou fungos, e se instala nos alvéolos, local onde a troca gasosa é realizada. Este local deve estar livre de corpos estranhos que permitam o contato entre ar e sangue.

Geralmente, a infecção atinge os pulmões, mas também pode atingir os alvéolos e brônquios. É importante lembrar que a pneumonia pode acometer pessoas em qualquer idade, por isso a prevenção é de extrema importância, bem como a atenção aos possíveis sintomas.

Quais são os sintomas da pneumonia?

Existem diferentes tipos de pneumonia, mas geralmente todas apresentam sintomas semelhantes como:

  • Tosse (com ou sem secreção)
  • Febre
  • Dor torácica ao tossir ou respirar.
  • Cansaço, falta de ar
  • Mal estar
  • Sudorese ou calafrios
  • Confusão mental
  • Alterações da pressão arterial
  • Fraqueza

Como é feito o diagnóstico de pneumonia?

Ao fazer o exame físico e apresentar febre, aumento da frequência respiratória, queda da oxigenação e/ou da pressão arterial, associados à ausculta pulmonar alterada são fortes indícios da presença da doença. No entanto, o diagnóstico só é confirmado através de exames de imagem do tórax (radiografia ou tomografia) mostrando o foco da inflamação pulmonar.

Leia mais: Otite: o que é, sintomas e tratamentos

Quais são os tratamentos para pneumonia?

O tratamento principal consiste no uso de antibióticos para as bactérias, antivirais para os vírus ou antifúngicos para os fungos. Além disso, podem ser usados medicamentos que auxiliam na redução da inflamação ou que fluidificam a secreção. 

Em alguns casos, a fisioterapia respiratória auxilia na recuperação. Os casos graves necessitam de internação hospitalar, às vezes na unidade de terapia intensiva (UTI), com uso de oxigênio ou até intubação orotraqueal e ventilação mecânica.

Alguns alimentos também auxiliam bastante o tratamento medicamentoso, são eles:  

  • Gengibre
  • Alho 
  • Cebola 
  • Couve 
  • Brócolis 

Além disso, aumentar o consumo de água, frutas, hortaliças e verduras também é benéfico. Não se esqueça de ingerir alimentos ricos em vitamina C e zinco, já que estes ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

Quais as complicações da pneumonia?

Enquanto a maioria dos pacientes apresenta uma recuperação completa frente ao tratamento, alguns evoluem enfrentam complicações mesmo com tratamento adequado.

Dentre as complicações, destacam-se: 

  • Insuficiência respiratória
  • Líquido pleural infectado 
  • Abscesso pulmonar
  • Endocardite
  • Sepse 
  • Choque séptico
  • E em casos mais graves, óbito

Quais as causas da pneumonia? 

A Pneumonia Adquirida na Comunidade (PAC) é o tipo mais comum, sendo a segunda causa de hospitalização e a primeira causa de óbito por doenças infecciosas. A Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAV) é aquela que surge 48 horas ou mais após a intubação orotraqueal com o uso de ventilação mecânica. 

A Pneumonia Adquirida no Hospital (PAH) é aquela que surge após 48 horas ou mais da internação hospitalar, ou seja, ela não foi a causa da internação. As bactérias tendem a ser mais agressivas e resistentes, sendo necessário o uso de antibióticos mais potentes. 

Saiba mais: Bronquiolite infantil: o que é, sintomas e tratamentos

Como se prevenir da pneumonia?

Para prevenir-se da pneumonia, o melhor é se proteger contra os agentes causadores. Estas dicas ajudam a prevenir não apenas da pneumonia, mas de outras doenças infectocontagiosas.

  • Lavar ou passar álcool gel nas mãos com frequência;
  • Evitar passar as mãos no rosto se não estiverem limpas;
  • Alimentar-se bem e ingerir água suficiente;
  • Dormir bem;
  • Praticar atividade física;
  • Evitar bebida alcoólica em excesso;
  • Evitar uso contínuo do ar condicionado;
  • Evitar lugares aglomerados, principalmente no inverno.

Leia mais: Como criar hábitos alimentares saudáveis?

Quando falamos especificamente  de pneumonia, alguns cuidados extras são necessários, como:

  • Tomar a vacina contra a pneumonia;
  • Não fumar;
  • Tomar a vacina contra a gripe.

Quais os tipos de pneumonia? 

A pneumonia pode ser causada por quatro tipos de microrganismos diferentes. A doença é contagiosa e é transmitida de uma pessoa para outra através de gotículas. Contudo, alguns agentes causadores são mais fáceis de transmitir do que outros.   

Bactérias típicas: a mais frequente é o pneumococo (Streptococcus pneumoniae), seguido por Haemophilus influenzae, Moraxella catarrhalis e Staphylococcus aureus.

Bactérias atípicas: como a Legionella spp,  Mycoplasma pneumoniae e Chlamydia pneumoniae.

Vírus respiratórios: influenza A e B, Rhinovirus, Parainfluenza e Adenovírus.

Fungos: agentes menos comuns, geralmente ocorrem em situações ou exposições específicas, como o Histoplasma capsulatum, adquirido após contato com morcegos ou aves. O Aspergillus fumigatus, mais comum em imunossuprimidos como pacientes pós transplantados de medula óssea ou portadores de HIV.

A pneumonia é uma doença que necessita apenas de alguns cuidados básicos para ser evitada. Entretanto, ao menor sinal de sintomas, procure ajuda médica e evite complicações do quadro.

Quem escreve

Dra. Carla Valeri

Dra. Carla Valeri

Pneumologista - CRM 93841 SP

Formada na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo no ano de 1998, a Dra. Carla Valeri já acumula 22 anos de experiência e possui o título de especialista em pneumologia desde 2004. Como profissional, já atendeu em locais como Albert Einstein, Sírio-Libanês e Oswaldo Cruz.