Planos de saúde podem ser produtos razoavelmente caros, imagine então se for uma contratação para grandes empresas. Apesar dos custos, é um benefício que realmente traz uma série de vantagens para as companhias que escolhem oferecê-lo para seus colaboradores.

Segundo pesquisa realizada pela Catho, dentre os benefícios corporativos oferecidos, a assistência médica é o que os funcionários mais desejam, sendo que 74,6% consideram muito importante. O plano de saúde é uma ótima forma de reter e atrair talentos, além de aumentar a produtividade. Por isso, vamos te ajudar a ter um plano de saúde empresarial barato com essas 5 dicas para reduzir custos. Confira!

1 - Escolha a coparticipação

A coparticipação tem se mostrado uma das soluções mais eficazes para reduzir os custos com planos de saúde nas empresas. Segundo pesquisa da Mercer Marsh Benefícios, o número de empresas que utilizam coparticipação subiu de 51% para 74% entre 2015 e 2019.

Com este recurso, o valor final do plano fica mais barato, mas o funcionário deve contribuir com uma porcentagem a cada procedimento realizado. Desta forma, além de um impacto no custo final, a coparticipação incentiva um uso consciente do convênio médico por parte dos colaboradores.

2 - Invista em programas de prevenção 

É uma conta simples: uma equipe mais saudável utiliza menos os recursos de plano de saúde da empresa. Por isso, investir em programas de prevenção e bem-estar é uma ótima maneira manter os seus colaboradores livres de problemas médicos.

Algumas ações são palestras para alertar sobre os problemas de saúde mais comuns, programas de prevenção ao diabetes, doenças coronárias, câncer de mama ou próstata. Além disso, promova eventos esportivos como partidas de futebol ou corridas de rua e sempre ofereça opções de alimentos saudáveis como frutas e sanduíches naturais.

3 - Incentive o uso consciente

Não é incomum que os funcionários utilizem muito o seu convênio médico, indo ao pronto-socorro mesmo quando não é realmente necessário. Isso pode causar um reajuste por sinistralidade para a empresa, o que eleva consideravelmente os custos devido a uma utilização superior ao que a operadora havia estimado.

Por isso, incentive sempre o uso consciente do plano de saúde, demonstrando que nem todo o problema precisa ser resolvido por um médico. Além disso, mantenha um funcionário do RH atento à utilização, isso evita que você seja pego de surpresa em casos de aumento.

4 - Faça uma gestão inteligente 

A contratação de um plano de saúde empresarial não acaba após a assinatura do contrato, é preciso fazer um acompanhamento constante para evitar gastos excessivos que podem comprometer o orçamento da sua empresa. Para isso, fique sempre atento ao perfil dos seus colaboradores.

Algumas pessoas possuem doenças crônicas ou outras condições de saúde, o que pode aumentar a utilização e, consequentemente, os custos. Isso não quer dizer de forma nenhuma que estes funcionários devem ficar sem o benefício, mas é importante ficar atento a essas peculiaridades para encontrar um plano de saúde mais barato que atenda a estas condições.

5 - Não tenha medo de mudar

Se o plano de saúde da sua empresa está caro e você não conseguiu encontrar um meio de continuar com a mesma operadora, não tenha medo de mudar. Faça uma nova pesquisa e entre em contato com um corretor de sua confiança para encontrar o melhor custo-benefício.

Saiba que, para contratações em empresas acima de 30 funcionários, é possível contratar sem carência para a maioria dos procedimentos. Caso o seu negócio seja de pequeno porte, é possível negociar com a nova operadora o reaproveitamento de carência do seu antigo plano.

Vale a pena oferecer plano de saúde para os meus funcionários?

Mesmo que seja possível encontrar um plano de saúde empresarial barato, muitos ainda se perguntam se é um serviço que justifica os custos que a empresa vai ter. Contudo, aqueles que já contrataram constatam que é um gasto que realmente vale a pena, visto que pode atrair funcionários com potencial.

Além disso, ofertar um convênio médico proporciona funcionários mais saudáveis, o que diminui o número de faltas e os mantém motivados, já que a empresa se preocupa com o seu bem-estar. Também é possível observar que empresas com o benefício tem menor número de afastamentos, já que os colaboradores tendem a manter em dia suas consultas e exames.

A empresa é obrigada a oferecer plano de saúde?

O plano de saúde não é um benefício obrigatório, mas mesmo chegando a aumentar entre 5% e 10% a folha de pagamento de cada funcionário, têm sido cada vez mais implementados. Em alguns locais, é estendido até mesmo para estagiários e jovens aprendizes, com a possibilidade de incluir membros da família como dependentes ou não.

É possível agradar os seus funcionários e manter a saúde financeira da sua empresa, basta procurar por um plano de saúde empresarial barato que atenda às necessidades do seu negócio.