Alimentação

Atualizado em
Leitura 8 min

8 benefícios do cloreto de magnésio para a saúde

Jovem segurando uma caneta azul contendo uma coroa.

Por Ana Paula de Oliveira

Analista de conteúdo

suplementação alimentar e nutricional tem sido um tema muito abordado e pesquisado. E um dos produtos naturais que tem ganhado destaque é o magnésio. Mas afinal, quais os benefícios do cloreto de magnésio para a saúde?

Neste texto, você verá o que é magnésio, qual a atuação dele no corpo, por que a maioria das pessoas tem deficiência desse mineral e quais os benefícios do cloreto de magnésio para a saúde.

Mas antes de mais nada, é sempre bom destacar que, antes de fazer qualquer suplementação, é importante que você consulte um médico ou nutricionista. Boa leitura!

Neste artigo você encontra:

Contrate agora o melhor plano de saúde para seu orçamento

Entre em contato com nossos especialistas e confira as melhores opções para o seu perfil. É rápido, fácil e prático.

O que é cloreto de magnésio?

Antes de explicar o que é cloreto de magnésio, é importante entender o que é o magnésio. Trata-se de um mineral presente dentro das células com papel fundamental em organismos vivos, perdendo somente para sódio, potássio e cálcio. 

Pesquisas mostram que ele participa de centenas de reações muito importantes para o corpo, com destaque para atividades de função muscular e nervosa, produção de energia, fortalecimento da estrutura óssea e regulação da pressão arterial.

Acontece que essa substância não é produzida pelo próprio organismo. Ela é introduzida no corpo por meio da alimentação. 

Para se ter a quantidade ideal necessária por dia, é preciso ter uma alimentação muito equilibrada e rica em alguns tipos de especiarias específicos. Esses produtos, porém, não fazem parte da dieta nutricional da maioria das pessoas, ou, quando fazem, não são consumidos na quantidade que seria necessária para se atingir o volume diário de magnésio considerado ideal.

O cloreto de magnésio é um suplemento alimentar que surge para suprir essa carência. Ele é uma união do magnésio e do cloro. 

Leia também: Quais são os principais planos de saúde em 2022?

Quais os benefícios do cloreto de magnésio para a saúde?

Essa suplementação ajuda a prevenir uma série de problemas e auxilia na melhora de diversas situações. Confira abaixo 8 benefícios:

1 - Tratamentos de diabetes 

Pessoas com essa comorbidade costumam ter índices de magnésio ainda mais baixos em decorrência da glicose alta no sangue. A ingestão diária da suplementação também ajuda a prevenir esta doença. 

2 - Evita problemas de contração muscular em atletas 

Esses profissionais costumam perder muito magnésio no suor, por isso é importante repor.

3 - Aumento das funções cerebrais 

 A quantidade indicada do mineral no cérebro auxilia no aprendizado e na memória.

4 - Fortalecimento dos ossos 

O magnésio ajuda os ossos a absorver o cálcio, por isso é importante que esteja combinado a esse mineral. Ele ajuda na prevenção à osteoporose e nessa questão específica tem indicação maior para mulheres no período da menopausa. 

5 - Prevenção e tratamento de enxaquecas 

Isso ocorre devido ao seu poder de relaxar os vasos sanguíneos. 

6 - Combate a asma em crianças 

Estudos mostram que esse componente auxilia no tratamento dessa doença respiratória nos pequenos. Mas é muito importante avaliar junto ao médico qual a dosagem recomendada, pois isso varia conforme a idade e o peso. 

7 - Saúde cardiovascular

Quando a pergunta é quais os benefícios do cloreto de magnésio para a saúde suas implicações para a prevenção de doenças cardíacas ganham destaque. Sua função vasodilatadora o torna um aliado importante para a saúde cardiovascular.

Ele ajuda a regular a pressão arterial e, assim, reduz as chances de doenças do coração e de acidentes vasculares cerebrais.

8 - Melhora do sono

O magnésio contribui para a produção de neurotransmissores como a melatonina, hormônio responsável pelos ciclos do sono. Por isso, a dosagem correta também pode auxiliar quem sofre com problemas de insônia

Leia também: Quais os procedimentos obrigatórios que o seu plano deve cobrir?

O que a deficiência de magnésio pode causar?

A deficiência de magnésio pode causar desgaste nas articulações dos ossos. Isso porque esse mineral ajuda na absorção do cálcio.

Ela também pode causar doenças vasculares, convulsões e problemas neurológicos. Pesquisas também mostram que a deficiência dessa substância pode estar relacionada a problemas de ansiedade, estresse e até depressão.

Estudos também mostram que índices baixos de magnésio estão diretamente relacionados com fibromialgia, síndrome comum que causa dores no corpo, tanto musculares quanto nas articulações.

Como eu sei se meu nível de magnésio está baixo?

Existem exames de sangue específicos que detalham o nível de magnésio no sangue. Por isso, o primeiro passo antes de iniciar qualquer suplementação é procurar um nutrólogo ou nutricionista e fazer uma análise completa de como está o nível desse e outros minerais e vitaminas no sangue. Caso seja preciso repor, este profissional receitará a dosagem adequada para o seu organismo. 

Como devo tomar o cloreto de magnésio? 

O cloreto de magnésio pode ser encontrado em farmácias e lojas de produtos naturais em pó, líquido ou cápsulas. O pó pode ser misturado em água filtrada ou fervida. Como o mineral tem um gosto amargo, algumas pessoas preferem o consumir em cápsulas.

É importante procurar orientação profissional para ver qual a dosagem e tipo mais indicado, pois isso varia para cada caso. 

Em que casos é indicado suplemento com cloreto de magnésio?

Pesquisas indicam que alto percentual de pessoas tem o nível de magnésio baixo. Portanto, é uma suplementação indicada para boa parte da população, mas precisa ser usada na dosagem adequada para a situação de cada organismo.

Quais os alimentos ricos em magnésio?

O magnésio pode ser encontrado em alguns alimentos, conforme você verá a seguir. Uma dieta balanceada usando essas iguarias diariamente pode suprir a sua necessidade.  

Semente de abóbora 

Em 100 gramas de semente de abóbora há, em média, 500mg de magnésio. Essa é a quantidade diária que geralmente é recomendada por nutricionistas ou nutrólogos quando necessário suplementação. 

Como preparar: Você pode tirar as sementes da abóbora, lavar, esperar secar e após colocar no forno para assar. 

Dica: Monitore e vire as sementes com frequência, pois elas queimam facilmente. Você pode colocar um pouco de sal para que o “petisco” não fique tão sem graça 

Você também encontra esse produto em lojas de produtos naturais. 

Banana 

A fruta tão popular entre os brasileiros também tem magnésio. Mas você deve estar se perguntando: então por que é comum a falta desse mineral na alimentação?

É porque a dosagem é baixa. Em 100 gramas há em média 45 mg de magnésio.

Coco

A fruta também tem magnésio. Você a encontra para vender já descascada e em lascas em lojas de produtos naturais. O mineral também pode ser encontrado na água de coco, natural, direto da fruta, mas em pouca quantidade. 

Chocolate

O chocolate também tem magnésio, mas comê-lo sem restrição pode ser prejudicial à saúde. Então o ideal é mesclá-lo com algum dos alimentos mencionados anteriormente. Em 100 gramas de chocolate há uma média de 200 mg de magnésio. 

Peixes de água profunda

Peixes que vivem em águas profundas, como atum, sardinha, bacalhau e salmão também têm magnésio. A questão é que somente os pescados no ambiente natural têm esse mineral, e a grande maioria dos que encontramos nas prateleiras das peixarias e supermercados são criados em cativeiro. 

Verduras escuras

Verduras como couve, rúcula, brócolis, entre outros vegetais escuros também têm magnésio. Quanto mais escura for a folha, maior a quantidade presente. 

Oleaginosas

Amêndoas, nozes, castanha de caju ou do pará também têm a substância. 

Conclusão

Agora que você já sabe quais são os benefícios do magnésio para a saúde, que tal procurar auxílio profissional e ver como está a presença dele no seu organismo? 

Se você tem dores de cabeça e sensação de fraqueza com frequência, isso pode estar associado à insuficiência deste mineral.

Assim como qualquer vitamina ou suplemento, o excesso de magnésio também pode causar problemas e efeitos colaterais. Por isso, é muito importante que você administre a dosagem correta.

Se você tem plano de saúde, veja já se há um nutrólogo disponível para ajudar a cuidar da sua saúde. Caso ainda não tenha, faça já uma cotação na Zelas Saúde e veja qual plano oferece o melhor custo-benefício para você.

Encontre o plano de saúde mais indicado para você.

Clique e fale com um de nossos especialistas!

Quem escreve

Jovem segurando uma caneta azul contendo uma coroa.

Ana Paula de Oliveira

Analista de conteúdo

Graduada em Propaganda e Marketing desde 2017, Ana, sempre trabalhou com os mais diversos tipos de segmentos. Em 2020, entrou para a equipe da Escale Digital, com o objetivo de criar e analisar conteúdos. Atualmente, trabalha com o projeto Zelas Saúde, um portal diferenciado que busca facilitar a escolha e a utilização de convênios médicos. Além disso, para o Tudo Saúde, elabora pautas e pesquisas para desenvolver um conteúdo informativo, útil e de qualidade.