Plano de saúde
Atualizado: 
Publicado: 
Leitura 
de 2 min
Deisi Gois

Redação jornalística

Existe plano de saúde carência zero para parto?

Manter suas visitas regulares ao seu médico de confiança é sempre necessário, porém essa frequência aumenta para as mulheres no período de gravidez. São muitos exames para o pré-natal, acompanhamentos e por fim, o tão esperado momento do parto.

Desta forma, ter um convênio neste período parece ser a melhor maneira de economizar e quando muitas mulheres já grávidas procuram o serviço, descobrem que precisam aguardar os prazos de carência. Por isso, hoje nós vamos responder uma pergunta que muitas mamães fazem: posso contratar um plano de saúde carência zero para parto? Confira!

Por que a carência para parto é tão alta? 

As operadoras e seguradoras são empresas privadas e fazem o máximo para evitar prejuízos. Anterior a lei que regulamentou os planos de saúde no ano de 1999, era muito comum a contratação apenas para realizar algum procedimento em específico, entrando com um pedido de cancelamento logo depois.

Os períodos de carência evitam que isso aconteça, já que o beneficiário já pagou a operadora por algum tempo até começar a de fato utilizar os serviços. Coberturas simples, e por consequência mais baratas, como exames geralmente são liberados apenas 30 dias após a contratação. Procedimentos complexos e mais caros como o parto, precisam de mais tempo para serem “pagos”, o que faz com que a carência seja maior.

É possível contratar um plano de saúde carência zero para parto?

Você conseguirá adquirir um plano carência zero para parto dependendo de qual é a modalidade de contratação. Nas opções individuais, PME até 29 vidas e adesão, você ainda precisa aguardar o prazo de 300 dias para ter cobertura para qualquer procedimento obstétrico que não seja emergencial. Contudo, se a sua contratação for do tipo PME acima de trinta vidas ou Empresarial, não existe carência para o procedimento. Fique atento, pois algumas empresas, como a SulAmérica, já liberam a utilização em contratos acima de 10 vidas.

Os dependentes também têm carência zero?

A contratação do beneficiário é exatamente o mesmo de seus dependentes no que compete aos serviços e períodos de carência. Logo, se você tem um convênio com isenção, saiba que os seus dependentes também terão o mesmo benefício.

Quando devo ser incluído na carência zero?

Para que você possa utilizar os serviços imediatamente, é preciso que a empresa faça a sua inclusão e dos dependentes até 30 dias após o início do seu contrato. Caso este prazo não seja respeitado, o funcionário terá de cumprir a carência contratual e aguardar 300 dias para fazer quaisquer procedimentos relacionados ao parto.

Se eu trocar de operadora terei carência zero para parto?

Quando o seu convênio médico já não atende às suas necessidades, o mais comum é querer mudar de operadora. Ainda assim, não recomendamos fazer essa migração quando você ou alguma de suas dependentes estiverem grávidas.

É muito comum que as empresas prestadoras isentem as carências da maioria dos procedimentos e mantenham as relacionadas ao parto. Nestes casos, troque de convênio apenas após o nascimento do bebê e busque boas opções de médicos e hospitais no seu plano atual.  

Todos os planos de saúde oferecem cobertura para parto?

Se você deseja um convênio médico para ter este serviço em específico, certifique-se que a sua contratação é do tipo ambulatorial, hospitalar com obstetrícia. Caso queira mudar após já ter adquirido, saiba que terá de cumprir o prazo de 300 dias de carência para este procedimento em específico.

Cuidado com os planos de saúde que oferecem carência zero

A não ser que seja uma contratação para um grupo relativamente grande de pessoas, não é comum que as empresas ofereçam esse tipo de isenção de carência. Por isso, fique sempre atento ao seu contrato e tome cuidado com ofertas que fogem muito do que é oferecido no mercado.

Se você procura por um plano de saúde carência zero para parto, existe apenas uma forma de consegui-lo. Se você não possui um convênio pela empresa que trabalha, a dica é se programar e tentar contratar até 2 meses antes de engravidar.

Sobre a autora

Deisi Gois

Redação jornalística

Sou formada em jornalismo e, apesar do romantismo pelas antigas redações, minha praia sempre foi a internet. Há mais de um ano trabalhando com produção de conteúdo voltado para área de saúde, acredito que informação pode ser empoderadora e realmente oferecer uma experiência de compra diferenciada. Hoje integro a equipe de conteúdo da Zelas Saúde, onde estamos a passos largos mudando a relação do mercado com seus consumidores.