Plano de saúde

Atualizado em
Leitura 3 min

O plano de saúde cobre vacina?

Por Catharina Braga

Redatora

homem sendo vacinado por enfermeira

A vacinação, feita em diferentes idades, é decisiva para a nossa imunidade, pois nos protege contra doenças durante toda a vida. Um bom exemplo é a tríplice viral, que desenvolve anticorpos contra sarampo, caxumba e rubéola, e deve ser aplicada na infância, na adolescência e na vida adulta.

Caso você tenha a dúvida se o plano de saúde cobre vacina, confira neste post informações sobre essa possibilidade.

Plano de saúde cobre vacina da gripe, de HPV, entre outras?

Os procedimentos cobertos pelos planos de saúde são regulamentados e fiscalizados pela Agência Nacional de Saúde. Nesse sentido, a ANS não determinou a obrigatoriedade da vacinação nos planos de saúde e, portanto, a disponibilização fica a critério do convênio médico.

É importante destacar que a imunização da população é feita pelo Sistema Único de Saúde, o SUS, através dos postos de saúde e campanhas de vacinação. Por outro lado, para quem prefere a vacinação em setor privado, algumas operadoras disponibilizam o reembolso, parcial ou total.

Existe alguma situação em que o plano de saúde cobre vacina?

O cliente, no momento da contratação, pode solicitar uma cobertura adicional. Geralmente, determinados planos de saúde cobrem vacina para algumas categorias. Esse é o caso da NotreDame Intermédica, na categoria Premium 900, que disponibiliza um serviço extra de “Programa de Imunização de Vacinas”.

Além disso, existe uma exceção em relação à BCG, a vacina que protege contra o vírus da tuberculose. A dose desta vacina deve ser aplicada em recém-nascidos e, caso o pediatra solicite que isso seja feito no momento pós-parto, o plano deve cobrir.

Leia também: 15 dicas de cuidados com o recém-nascido

Qual é a importância da vacinação?

A vacina é desenvolvida para treinar as defesas do corpo, protegendo todo o organismo contra algumas doenças, principalmente infectocontagiosas. A principal função da vacina é criar uma “memória” para o sistema imunológico, assim, caso haja contato com determinado vírus, o corpo consegue produzir os anticorpos.

No Brasil, existe um calendário nacional de vacinação, como citado anteriormente, que não abrange somente a infância e adolescência. Por isso, é fundamental que adultos também mantenham a carteirinha de vacinação em dia.

Ainda, a aplicação adequada das vacinas garante que algumas doenças, por exemplo, o sarampo e a poliomielite, continuem erradicados. Visite o posto de saúde mais próximo da sua casa para maiores informações sobre as campanhas de vacinação.

médica cuidando de paciente

Quem escreve

Catharina Braga

Redatora

A língua portuguesa sempre foi a minha paixão e, por isso, escolhi a graduação em Letras. Hoje trabalho com textos direcionados para a área da saúde, com o objetivo de facilitar o entendimento de alguns detalhes importantes durante o processo de escolha, compra e utilização de convênios médicos. Aqui na Zelas Saúde queremos promover mais autonomia para os consumidores.