Plano de saúde
Leitura
3 min
Atualizado:
11/4/2019
Publicado:
11/4/2019
Deisi Gois

Deisi Gois

Redação josrnalística

Como fazer cirurgia bariátrica pelo plano de saúde?

Muitos contratam o plano de saúde apenas com finalidades preventivas, sendo que poder fazer suas consultas e exames regularmente e estar mais seguro em situações de emergência já é o suficiente, Contudo, apesar de não ser o ideal devido aos períodos de carência e as coberturas parciais temporárias, existem aqueles que contratam o plano com uma finalidade específica. 

Um dos procedimentos mais procurados e que causa dúvida se existe ou não cobertura nos planos é a cirurgia bariátrica. Por isso, para eliminar todas as suas dúvidas de uma vez por todas, nós da Zelas Saúde contamos tudo sobre como fazer cirurgia bariátrica pelo plano de saúde.

Plano de saúde cobre cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica consta no rol de procedimentos obrigatórios da ANS e sendo assim, todos os planos de saúde são obrigados a oferecer esta cobertura. Contudo, existem algumas condições que qualificam ou não o paciente, sendo que a finalidade do procedimento não deve ser estética.

Lembrando que o rol da ANS é aplicado naqueles planos classificados como planos novos, adquiridos após o ano de 1999. Para planos antigos, adquiridos antes desta data, verifique se existiu adaptação ou não, pois é bem possível que você não tenha acesso à este procedimento.

Tipos de cirurgias bariátricas cobertas pelo plano de saúde

Segundo as diretrizes da ANS e de acordo com a Resolução Normativa - RN n°428 do ano de 2017, estes são os procedimentos que devem ser oferecidos no planos de saúde, bem como os critérios para atendimento do paciente.

Colocação de banda gástrica

É um tratamento para obesidade que utiliza um dispositivo de silicone em forma de anel envolto no estômago, causando uma obstrução e por consequência reduzindo a ingestão de alimentos sólidos e induzindo uma alimentação mais lenta.

Gastroplastia

Popularmente conhecida como cirurgia bariátrica, a gastroplastia basicamente é uma cirurgia de redução do estômago. Com capacidade de cerca de 2L, o estômago é seccionado e fica com capacidade entre 15 e 30mL, o que restringe significativamente a quantidade de alimentos que o paciente consegue ingerir.

Condições necessárias para o plano cobrir bariátrica

Para a cobertura do plano de saúde, o beneficiário deve atender à todos os critérios a seguir:

  • Ter entre 18 e 65 anos;
  • Tratamento clínico realizado por pelo menos 2 anos sem resultados satisfatórios;
  • Apresentar quadro de obesidade mórbida há mais de 5 anos.

O beneficiário também deve preencher ao menos um dos requisitos abaixo:

  • IMC entre 35kg/m² e 39,9kg/m² com ou sem co-morbidades, ou seja, outras doenças como diabetes, hipertensão, doenças coronarianas etc;
  • IMC entre 40kg/m² e 50kg/m² com ou sem co-morbidades.

Caso o paciente apresente qualquer uma das características a seguir, não estará apto para realizar a cirurgia através do plano de saúde.

  • IMC acima de 50kg/m²;
  • Pacientes que apresentem problemas psiquiátricos, quadros psicóticos e demenciais sendo considerados graves ou moderados;
  • Ter feito uso de álcool ou drogas ilícitas nos últimos 5 anos;
  • Comer doces em excesso.

Carência para cirurgia bariátrica

Assim como outros procedimentos, para realizar a cirurgia bariátrica também é necessário aguardar um período de carência, mas existem duas circunstâncias diferentes que vão afetar estes prazos. Caso você adquira o plano já em estado de obesidade mórbida, isso configura uma condição preexistente e todos os procedimentos relacionados só serão liberados após 2 anos devido à cobertura parcial temporária.

Contudo, se você não adquiriu o seu plano já em quadro de obesidade mórbida, assim como qualquer outra cirurgia, poderá ser realizada após 180 dias. Em ambos os casos é preciso preencher os critérios citados acima e possuir laudos médicos que comprovem a necessidade deste tipo de intervenção.

Plano de saúde cobre cirurgia de excesso de pele?

Dermolipectomia, mais conhecida como abdominoplastia ou até mesmo cirurgia para redução de excesso de pele, também é um procedimento previsto no rol de procedimentos da ANS, fazendo com que a cobertura seja obrigatória pelos planos de saúde. Estão aptos para realizar este procedimento pacientes que tiveram uma perda drástica de peso.

Para que o seu plano de saúde cubra a cirurgia é necessário atender aos seguintes critérios:

  • Ter “abdome em avental” após passar por uma cirurgia bariátrica ou tratamento clínico e perder muito peso;
  • Ter complicações como infecções bacterianas devido o atrito, quadros de candidíase de repetição, hérnias ou cheiros desagradáveis.

Muitos ficam em dúvida sobre como fazer cirurgia bariátrica pelo plano de saúde, e de fato pode ser um pouco difícil de se conseguir. Por isso, mantenha-se informado sobre todas as regras do seu convênio médico para saber quais serviços estão à sua disposição.

Sobre a autora

Deisi Gois

Deisi Gois

Redação jornalística

Sou formada em jornalismo e, apesar do romantismo pelas antigas redações, minha praia sempre foi a internet. Há mais de um ano trabalhando com produção de conteúdo voltado para área de saúde, acredito que informação pode ser empoderadora e realmente oferecer uma experiência de compra diferenciada. Hoje integro a equipe de conteúdo da Zelas Saúde, onde estamos a passos largos mudando a relação do mercado com seus consumidores.