Cirurgias

Atualizado em
Leitura 8 min

Tabela de preços de cirurgia plástica: saiba o valor dos procedimentos

Jovem segurando uma caneta azul contendo uma coroa.

Por Ana Paula de Oliveira

Analista de conteúdo

Você sabe qual a tabela de preços de cirurgia plástica? Quanto custa aquele procedimento que você quer tanto fazer? O que implica no valor de cada cirurgia? É o que vamos falar hoje.

Existem inúmeros tipos de cirurgias plásticas, cada uma delas requer uma preparação, uma recuperação e, da mesma forma, um valor a ser investido. Saber todas essas informações faz com que você esteja preparado para seu procedimento.

Quer saber mais sobre esse assunto? Acompanhe!

Saiba mais: Cirurgia plástica: veja se o seu plano de saúde cobre

Neste artigo você vai encontrar: 

Conheça os planos de saúde com cobertura de cirurgia plástica

Entre em contato com nossos especialistas e confira as melhores opções para o seu perfil. É rápido, fácil e prático.

Quais as cirurgias plásticas mais desejadas?

Segundo estudo do início de 2020 da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética (ISAPS), só cresce o número de cirurgias plásticas no Brasil.

Nos últimos dois anos, houve um aumento de 5%, deixando o país como segundo lugar no ranking mundial, atrás somente dos Estados Unidos.

Dessa maneira, as seguintes modalidades de cirurgias plásticas são algumas das mais procuradas pelos pacientes brasileiros:

Abdominoplastia 

Na abdominoplastia são retirados gordura e excesso de pele na região do abdômen abaixo do umbigo. Normalmente realizada por mulheres que tiveram mais de um filho ou grande perda de peso.

Leia também: Quanto custa uma abdominoplastia?

Lipoaspiração

É a retirada do excesso de gordura localizada com o intuito de melhorar o contorno do corpo do paciente. Pode ser feita em diversas partes do corpo, mas os mais comuns são: abdômen, flancos, pernas e braços.

Leia também: Quanto custa uma lipoescultura?

Mamoplastia 

É a cirurgia nos seios que pode ser feita não apenas para reduzi-los ou levantá-los, como também para aumentá-los com próteses de silicone. É um dos procedimentos mais comuns no Brasil.

Leia também: Redução de mama

Mentoplastia 

Cirurgia feita na região do queixo para corrigir proeminência, falta ou desproporção, para deixar o rosto do paciente mais harmonioso.

Otoplastia

Essa é feita para corrigir a forma das orelhas. É um procedimento de baixo risco e pode ser feita até em crianças de sete anos.

Rinoplastia

Rinoplastia é a cirurgia que modifica a forma do nariz para deixá-lo mais harmônico em relação ao rosto do paciente.

Pode ser associada ou não a outros procedimentos como correção de desvio no septo nasal para melhorar a respiração.

Veja também: Você sabe qual o preço de uma rinoplastia?

Ritidoplastia

Conhecida como lifting facial, a ritidoplastia serve para reverter o envelhecimento do rosto. Tem como objetivo amenizar rugas, sinais da idade e flacidez.

Leia também: Descubra se o seu plano de saúde cobre cirurgia plástica

Qual a tabela de preços de cirurgia plástica 2021?

Não existe um preço tabelado para todos os tipos de cirurgia, já que cada uma delas envolve uma quantidade de profissionais, horas e procedimentos diferentes.

Dessa forma, a tabela de preços de cirurgia plástica, considerando as mais desejadas pelos brasileiros, é:

  • Abdominoplastia: de R$ 12.000,00 a R$ 18.000,00;
  • Lipoaspiração: de R$ 6.000,00 a R$ 22.000,00, pois depende do local que será feita;
  • Mamoplastia: de R$ 9.000,00 a R$ 19.000,00, dependendo se for feita mastopexia e/ou colocação de prótese;
  • Mentoplastia: de R$ 8.000,00 a R$ 17.000,00;
  • Otoplastia: de R$ 8.000,00 a R$ 12.000,00;
  • Rinoplastia: de R$ 9.000,00 a R$ 15.000,00;
  • Ritidoplastia: de R$ 18.000,00 a R$ 37.000,00, sendo o mini lifting, que é uma versão reduzida, pode custar de R$ 7.000,00 a R$ 11.000,00.

Planos de saúde que cobrem cirurgia plástica

Se você procura um plano de saúde para cobrir procedimentos estéticos de cirurgia plástica, os convênios de saúde da Omint (Skill) de última categoria são a melhor opção.

Porém, se a cirurgia for reparadora, ou seja, de restauração da funcionalidade de algum órgão do corpo, planos como a AmilBradesco Saúde e Unimed possuem cobertura. Entretanto, os segurados precisam consultar se as condições como a modalidade contratada, o tempo de carência e outros requisitos cobrem total ou parcialmente os custos da cirurgia.

Quais perguntas fazer para o cirurgião plástico?

Para que você tenha uma consulta prévia de cirurgia plástica, é bom considerar fazer as seguintes perguntar para seu cirurgião:

1. Eu posso fazer a cirurgia?

Antes de "fechar negócio", o cirurgião precisa solicitar uma série de exames para saber se você é realmente um candidato à cirurgia. Pois nos seus exames pode acusar alguma alteração que impeça você de realizar o procedimento.

2. Quais os riscos da cirurgia?

Por mais que todas as cirurgias tenham riscos, algumas delas possuem mais chances de complicações que outras.

Dessa forma, é necessário que o cirurgião explique detalhadamente tudo que pode acontecer durante e depois da cirurgia para que você já esteja preparado.

3. Que cuidados devo tomar antes de fazer a cirurgia?

Pergunte como deve ficar sua alimentação no pré-operatório, sobre a prática de atividades físicas e no cuidado com algum medicamento que você tome.

Hábitos como o do cigarro, devem ser suspensos de um a dois meses antes de realizar o procedimento, bem como bebidas alcoólicas também devem ser evitadas.

4. Onde será feita minha cirurgia?

Essa pergunta é de extrema importância, afinal faz toda diferença fazer uma cirurgia plástica em um hospital ou em uma clínica.

Dessa maneira, sempre opte por realizar sua cirurgia em um hospital. Afinal, qualquer intercorrência que possa acontecer, você estará amparada por uma estrutura com UTI e equipe multiprofissional pronta para atender qualquer emergência.

Já procedimentos menores, até podem ser feitos em clínicas, no entanto elas também devem ter uma boa estrutura e bons equipamentos para garantir sua segurança.

5. Como será minha recuperação?

É importante ter uma expectativa real sobre sua recuperação. Principalmente sobre o que você estará liberado para fazer e em quanto tempo.

Quantos dias serão de recuperação, bem como quais remédios você poderá tomar também são informações válidas para que você esteja preparado.

Também é interessante questionar o médico sobre as expectativas reais do resultado que será esperado do procedimento.

6. Quais serão meus gastos além do valor da cirurgia?

Muitas vezes o valor que é passado para o paciente é somente do procedimento cirúrgico em si. No entanto, toda cirurgia envolve anestesista, instrumentador, entre outros.

Além disso, também tem o custo do hospital, da internação, de roupas que talvez você tenha que usar e outros investimentos que o médico pode não ter falado na consulta.

Saiba mais: Quais são as coberturas de um plano de saúde?

É recomendado fazer mais de uma cirurgia plástica de uma vez?

Dependendo dos tipos de cirurgias que serão feitos, vale a pena combinar mais de um procedimento e diminuir os custos com anestesista, internação e outros.

Entretanto, procedimentos que podem demorar muito tempo podem colocar em risco a saúde do paciente.

Algumas cirurgias que podem ser feitas em conjunto: lipoaspiração, abdominoplastia e prótese de silicone, por exemplo.

No entanto, quando são cirurgias em partes diferentes do corpo e que dificultem o posicionamento do paciente, já não são recomendadas. Por exemplo, uma cirurgia de prótese nos seios e nos glúteos.

Existe idade certa ou mínima para fazer?

Dependendo do tipo de cirurgia, o paciente precisa ter pelo menos 18 anos, principalmente pela questão da formação dos ossos e do corpo de um modo geral.

A rinoplastia, por exemplo, é recomendada a partir dos 15 anos para mulheres e 17 anos para os homens. Já a otoplastia pode ser feita em crianças a partir de 7 anos.

De qualquer maneira, antes dos 18 anos, qualquer paciente precisa da autorização dos pais para realizar.

Cuidados com preços baixos

Com o crescente aumento das cirurgias plásticas em todas as idades, a preocupação maior é com as pessoas que querem realizá-las a qualquer custo.

É possível encontrar no mercado todo tipo de profissional, e, consequentemente, todo tipo de valor. No entanto, é necessário ter extrema cautela quando for fazer sua cirurgia, já que é um procedimento que pode colocar sua vida em risco.

Dessa forma, confira as credenciais do médico, seu CRM, se ele é realmente especialista e se faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Como já mencionamos, verifique o local onde os procedimentos serão feitos e exija todos os cuidados necessários para sua segurança.

Enfim, não escolha o cirurgião pelo valor e sim pela sua competência e pelos procedimentos que ele já realizou. Essa é a melhor maneira de você aumentar as suas chances de ficar satisfeita com sua cirurgia.

Conclusão: a tabela de preços de cirurgia plástica não é igual para todos os procedimentos

Agora que você sabe tudo sobre as cirurgias plásticas mais desejadas e quanto elas custam, pode ter uma noção melhor de como se programar caso queira realizar alguma delas.

Além disso, ficou claro que a tabela de preços de cirurgia plástica não é igual para todos os procedimentos, dado as diferenças entre eles.

Você sabia que existem planos de saúde que cobrem cirurgia plástica? Fale com nossos especialistas e encontre a melhor opção para o seu caso.

Quem escreve

Jovem segurando uma caneta azul contendo uma coroa.

Ana Paula de Oliveira

Analista de conteúdo

Graduada em Propaganda e Marketing desde 2017, Ana, sempre trabalhou com os mais diversos tipos de segmentos. Em 2020, entrou para a equipe da Escale Digital, com o objetivo de criar e analisar conteúdos. Atualmente, trabalha com o projeto Zelas Saúde, um portal diferenciado que busca facilitar a escolha e a utilização de convênios médicos. Além disso, para o Tudo Saúde, elabora pautas e pesquisas para desenvolver um conteúdo informativo, útil e de qualidade.